INÍCIO > BLOG > VENDAS

CONFIRA O NOSSO BLOG

  • EJ UNICAP

O que ninguém te explica sobre o Copywriting

Atualizado: Jul 22


O Copywriting, ou simplesmente Copy, é uma técnica de escrita persuasiva que pode ajudar - e muito - sua marca a alavancar resultados, conquistar novos clientes e engajar o seu público.



O grande redator publicitário, John Emory Powers, afirma que o sucesso de uma publicidade consiste em atrair e manter a atenção do leitor/consumidor no seu produto ou serviço. Em suas palavras, o especialista demonstra: ’’A primeira coisa a ser feita para ter sucesso na publicidade é conseguir a atenção do leitor. Isso significa ser interessante’’.


Indo direto ao assunto, de maneira geral, a criação de um bom copy se inicia com a criação de uma persona, e para isso, é necessário que haja a construção do perfil do seu consumidor ideal. O importante aqui é compreender como o seu cliente se comunica e absorve as informações que lhes são apresentadas.




Existem dois tipos principais de copy, o primeiro deles é conhecido como o copywriting de conversão, e é bastante utilizado em peças publicitárias, ou seja, em anúncios, e em textos bem focados em vendas. É nesse estilo de copy que encontramos o Call To Action, ou, chamado para a ação, que consiste em levar a sua persona a tomar uma de cisão, apenas utilizando, principalmente, verbos no imperativo. É comum que esse chamado para a ação direcione o usuário para o funil de vendas. O Call To Action deve sempre indicar qual é o segundo passo que o seu consumidor deve tomar, geralmente ele aparece em forma de link com cores destacadas que direcionam a persona até uma outra página. Como por exemplo, ‘’clique aqui e tenha acesso ao nosso Ebook’’, o chamado para a ação aparece através do verbo ‘’clique’’, e essa ação vai direcionar a sua persona a um conteúdo rico e de valor que foi disponibilizado. Ademais, esse call to action pode direcionar o seu consumidor a uma página de vendas, uma página no Instagram ou qualquer outro domínio na Internet. O essencial aqui é mostrar de maneira clara o caminho para a ação.


Já o segundo tipo de copywriting, copy de conteúdo, possui uma face mais didática e visa informar, ou até mesmo educar o seu consumidor sobre algo - preferencialmente - especial sobre a sua marca, serviço ou empresa. Essa estratégia é muito encontrada em blog, posts e em e-books. Um copywriting de sucesso leva o consumidor a um novo patamar de desejo que ela nem ao menos sabia que existia. Esse desejo pode ser relacionado a um produto ou serviço.


Por ser um texto altamente persuasivo, é indispensável que o copy traga alguns gatilhos mentais - armas da persuasão - em sua estrutura. Abaixo, temos uma rápida estruturação do que significa cada um dos principais fatores psicológicos que moldam a tomada de decisão:




Reciprocidade: é importantíssimo para conquistar a confiança da persona. Mostre que você sabe, exatamente, como o seu cliente se sente e apresente a solução para aquela dor - o seu produto ou serviço. Enrico Rocha, grande especialista em Marketing digital, afirma que ‘’o gatilho mental da reciprocidade pode te ajudar a vender sem vender. E quando eu digo vender sem vender, eu quero dizer literalmente fazer com que as pessoas tenham vontade de comprar o que você vende muito antes de você oferecer qualquer produto ou serviço para elas’’.


O especialista ainda complementa mostrando como é possível gerar a reciprocidade em apenas 3 passos. O primeiro deles é entregar algo de valor aos seus clientes. O segundo diz respeito ao aumento do valor recebido em relação à expectativa, explicando, ofereça algo melhor do que os seus consumidores esperam. E por fim, ofereça algo personalizado, isso faz com que o seu cliente entenda que aquilo foi pensado - exclusivamente - para ele.


Compromisso e Coerência: O bom copy precisa ser honesto e verdadeiro com a persona. Além de ser totalmente coerente com o posicionamento da marca. Nunca faça promessas que não possam ser cumpridas.





Aprovação ou prova social: Enriqueça o seu texto trazendo depoimentos e dados que validem a eficácia do seu produto. As pessoas gostam de se sentir seguras e geralmente, tendem a agir de acordo com o coletivo. É super interessante trazer a opinião de pessoas públicas e especialistas no corpo do seu texto.


Esse tipo de depoimento, gera um alto nível de confiança e passa - muita - credibilidade. Esse gatilho é muito associado ao gatilho da prova social, já que ambos buscam trazer uma sensação de segurança a sua persona. É extremamente importante explicar o porquê de você ser uma pessoa qualificada a falar sobre o que está oferecendo.


Afeição: Este tópico reafirma a importância da criação prévia da persona. Para que seja criado um vínculo, e posteriormente uma relação de cooperação, é imprescindível que o seu consumidor se identifique com a persona.


Autoridade: É super interessante trazer a opinião de pessoas públicas e especialistas no corpo do seu texto. Esse tipo de depoimento, gera um alto nível de confiança e passa - muita - credibilidade.


Escassez: De maneira geral, as oportunidades menos disponíveis são as mais valiosas. As pessoas dão mais valor ao que está quase acabando, então esse pode ser um gatilho mental muito relevante na hora de criar um copy, especialmente na área de vendas de produtos.


Além da definição da persona é necessário que o copy possua em sua estrutura os 4 Ps da Persuasão: Promise + Picture + Proof + Push, ou, melhor exemplificando, Prometa + Crie um cenário + Prove + Revele um caminho para a ação. E como isso funciona na prática? Prometa que o seu serviço/produto vai curar a dor da sua persona; crie um cenário compatível e rico em detalhes para demonstrar isso; Prove que você possui um serviço/produto ideal e inovador; e por fim, direcione o seu público a uma ação específica.


É interessante destacar ainda, os limites que pairam sobre um bom copywriting. Muito se fala sobre a propaganda enganosa, ela e o copy estão separados por uma linha tênue. O mais importante, é nunca utilizar a persuasão, ou até mesmo os gatilhos mentais, para enganar o seu público. Além de severas consequências jurídicas, toda a sua marca poderá ficar manchada devido a uma única prática desonesta.


É a partir dessa breve introdução que você será capaz de entender um pouco melhor como o copywriting funciona, e assim, aprimorar a sua escrita persuasiva, conquistar e atrair a atenção de mais consumidores. . .



E aí, curtiu o conteúdo?

Por Maria Júlia Rafael, Consultora de Projetos


Possui alguma dúvida? Se sim, entre em contato conosco que ficaremos muitos felizes em poder atendê-lo. E não deixe de conferir nossos diversos conteúdos expostos em nosso site!


0 visualização
600px-WhatsApp.svg.png

CONTATO

Somos uma empresa de soluções multidisciplinar vinculada a Universidade Católica de Pernambuco, com o objetivo de potencializar os resultados dos nossos clientes e impacta-los por meio de projetos, nossos serviços são personalizados  de acordo com as necessidades e perfil de cada cliente.
© 2015 Empresa Júnior UNICAP

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Aberta das 8h às 18h
De Segunda à Sexta
81 3072-8333
81 9.9806-5991 (WhatsApp)
contato@ejunicap.com
Rua Almeida Cunha, 352, Santo Amaro - Recife/PE